Olhe em sua volta. A arte pode estar em toda parte - se você quiser encontrá-la, claro!


Usando objetos de rua como elementos de impressão, o coletivo de artistas de Berlim Raubdruckerin (“Pirate Printer”) produz camisas e bolsas impressas a partir de tampas de bueiro, aberturas de ventilação e grades de serviços públicos. 

Os padrões geométricos negligenciados e as formas tipográficas de sinalização urbana proporcionam gráficos surpreendentemente bacanas para as peças.

Como você pode ver a seguir, o resultado é surpreendentemente cool:



O coletivo aplica a tinta diretamente nas gravuras de rua em locais como Amsterdã, Lisboa e Paris e depois vendem suas criações através de uma loja online

O que eles conseguiriam fazer aqui pelo Brasil? Fica a reflexão...










Esse é o Graham. Ele pode parecer um pouco "diferente", tudo porque seu corpo foi modificado para resistir a um acidente de carro.


Graham foi criado como parte de uma nova campanha de segurança rodoviária australiana pela Transport Accident Commission (TAC). Ele foi projetado pela escultora Patricia Piccinini, com a colaboração de um médico traumatologista e de um engenheiro de segurança rodoviária, que modificou a estrutura de uma do rapaz com base em seu próprio conhecimento de acidentes de trânsito.

O resultado é uma pessoa totalmente 'modificada': Graham não tem um pescoço porque ele se encaixa facilmente em acidentes de carro; ele também tem uma face plana e carnuda para proteger seus ouvidos e nariz; e sobre todos os mamilos extras, eles são para proteger suas costelas como um conjunto natural de airbags.

E você? Não tem um corpo como do Graham? Pense bem antes de dirigir em altas velocidades.














Assista ao vídeo:



Que tal montar a mesa de doces de sua festa com arte e criatividade? Não falo de colocar uns enfeites aqui e acolá, mas proporcionar verdadeiras ilusões de ótica artísticas! 

As artistas lituanas Jolita Vaitkuta e Emilija Vinzanovaiteque são especialistas em montar mesas com comidas que são - literalmente - uma festa para os olhos.  Elas usam todos os tipos de alimentos para criar composições que se parecem com retratos quando vistas de uma perspectiva específica. 
De todos os outros ângulos, elas simplesmente são mesas tentadoras, com comidas deliciosas!








Você pode conferir mais do trabalho das artistas clicando aqui.
A artista de rua Mademoiselle Maurice produziu recentemente o mural chamado de “The Lunar Cycle” (o ciclo lunar), em colaboração com os franceses da Mathgoth Gallerie
Trata-se de uma instalação temporária que presta homenagem às centenas de moradores que foram temporariamente deslocados da região devido à proximidade do dia da demolição do edifício a seguir:


Composta de 15.000 origamis de pássaros coloridos, a peça cria os ciclos da lua contra o fundo escuro da imensa parede e abrange mais de 2.000 metros quadrados de espaço, tornando o maior mural urbano já criado em Paris. 

Cada origami foi pintado depois de dobrado, utilizando uma solução considerada por Mademoiselle Maurice 'quase indestrutível'. 

Veja mais fotos dessa street art fodástica:


Confira mais do trabalho da artista no Instagram.









Tem muita foto de tempestade e relâmpagos pela interwebz, mas essa captura do piloto Santiago Borja supera tudo que a gente já viu!


Piloto da Equador Airlines, ele conseguiu esse registro incrível no momento preciso de um relâmpago, onde uma tempestade poderosa estava se formando acima do Oceano Pacífico ao sul do Panamá. 

"Eu gosto tanto dessa foto porque você pode sentir o tamanho impressionante da tempestade e seu poder", disse o piloto. "Mas, ao mesmo tempo, é maravilhoso como pacificamente você pode voar em torno dele no ar ainda sem tocá-la."

Borja também compartilhou uma segunda foto de um temporal ao longo da costa da Venezuela, que você pode conferir a seguir:

Imagina deixar seu apartamento por alguns dias para fazer uma curta viagem e, ao voltar, simplesmente não reconhecê-lo mais!
Isso pode acontecer se você viver num dos edifícios que foram "tocados" por este talentoso artista de rua francês Patrick Commecy. Junto com sua equipe, ele cria enormes murais em fachadas de construções monótonas, deixando tudo com um visual vibrante.

Aquele prédio cinza, sem graça, agora ficou cheio de vida!

O mais interessante aqui é que esses murais ainda trazem uma atmosfera "falsa-realista": olhando rapidamente para elas, você pode achar que as pessoas, janelas e varandas pintadas são reais! 

Veja a seguir o trabalho incrível do cara: